Arquivo: Antom Santos

paisaxe, medio natural, natureza

Galiza é um mundo

Umha conversa do João Aveledo, biólogo e professor, com Antom Santos sobre a riqueza natural galega, a peça “mais desconhecida de todo o nosso património colectivo”.

Semente, lingua, ensino.

Sementes para a recuperaçom comunitária do galego

É possível educar totalmente em galego no ensino infantil, fazê-lo desde valores de solidariedade e respeito polo meio, e soster a aposta numha rede associativa voluntária e militante. Eis a proposta de Semente.

Procurando a reaçom no tempo de desconto

Em 2018, com registos de quecimento climático inauditos e com o sobardamento do pico do petróleo reconhecido mesmo pola Agência Mundial da Energia, a comunidade científica fala de ponto de nom retorno de consequências imprevisíveis. Entre o autismo dos mais e o activismo duns poucos, também a Galiza tem que afrontar um cámbio de época que traerá enormes desafios.

David Rodríguez. Vigo, 1975.

“Como sociedade estamos sem cortafogos e a luita das classes populares parte praticamente de zero”

“É um livro de ambiçom desmedida, fago um percurso polo século XX, trato de falar de economia, de mudança cultural, da história da Galiza, da história da esquerda, da esquerda galega… mas é que na realidade tenho um interesse grande por estudar a totalidade”, diz David Rodríguez, autor de O canastro sen tornarratos, e advirte: “Para construir, o primeiro é tomar consciência do ermo no que estamos”. Uma entrevista de Antom Santos.

Central das Pontes que Endesa abriu há 42 anos, aproveitando os jazigos de lignito.

Das Pontes a Cerceda: a cara oculta do milagre industrial

Áreas esquecidas, populaçons deprimidas e generosos políticos que, de braços dados com corporaçons transnacionais, mudam a miséria em fartura e sobem as periférias ao comboio do progresso. Eis a narraçom simplória do milagre das mega-infraestruturas industriais. As Pontes de Garcia Rodrigues nom pode dissociar-se da imagem dumha cheminé colossal de 315 metros de altura que domina o horizonte do interior da comarca.

Antonio Miguez Macho.

“A singularidade espanhola nom é o genocídio, senom a absoluta impunidade dos seus executores”

Antonio Miguez Macho, professor de História Contemporánea na USC, é um dos autores da obra colectiva ‘Verdugos impunes. El franquismo y la violación sistémica de los derechos humanos’, um compêndio de todos os actos de violaçom de direitos humanos desde 1936 até a transiçom. “Nom houvo um fenómeno de repressom selectivo: é massivo, porque assi foi concebido desde o início”, di.

Arquivo: Antom Santos

paisaxe, medio natural, natureza

Galiza é um mundo

Umha conversa do João Aveledo, biólogo e professor, com Antom Santos sobre a riqueza natural galega, a peça “mais desconhecida de todo o nosso património colectivo”.

Semente, lingua, ensino.

Sementes para a recuperaçom comunitária do galego

É possível educar totalmente em galego no ensino infantil, fazê-lo desde valores de solidariedade e respeito polo meio, e soster a aposta numha rede associativa voluntária e militante. Eis a proposta de Semente.

Procurando a reaçom no tempo de desconto

Em 2018, com registos de quecimento climático inauditos e com o sobardamento do pico do petróleo reconhecido mesmo pola Agência Mundial da Energia, a comunidade científica fala de ponto de nom retorno de consequências imprevisíveis. Entre o autismo dos mais e o activismo duns poucos, também a Galiza tem que afrontar um cámbio de época que traerá enormes desafios.

David Rodríguez. Vigo, 1975.

“Como sociedade estamos sem cortafogos e a luita das classes populares parte praticamente de zero”

“É um livro de ambiçom desmedida, fago um percurso polo século XX, trato de falar de economia, de mudança cultural, da história da Galiza, da história da esquerda, da esquerda galega… mas é que na realidade tenho um interesse grande por estudar a totalidade”, diz David Rodríguez, autor de O canastro sen tornarratos, e advirte: “Para construir, o primeiro é tomar consciência do ermo no que estamos”. Uma entrevista de Antom Santos.

Central das Pontes que Endesa abriu há 42 anos, aproveitando os jazigos de lignito.

Das Pontes a Cerceda: a cara oculta do milagre industrial

Áreas esquecidas, populaçons deprimidas e generosos políticos que, de braços dados com corporaçons transnacionais, mudam a miséria em fartura e sobem as periférias ao comboio do progresso. Eis a narraçom simplória do milagre das mega-infraestruturas industriais. As Pontes de Garcia Rodrigues nom pode dissociar-se da imagem dumha cheminé colossal de 315 metros de altura que domina o horizonte do interior da comarca.

Antonio Miguez Macho.

“A singularidade espanhola nom é o genocídio, senom a absoluta impunidade dos seus executores”

Antonio Miguez Macho, professor de História Contemporánea na USC, é um dos autores da obra colectiva ‘Verdugos impunes. El franquismo y la violación sistémica de los derechos humanos’, um compêndio de todos os actos de violaçom de direitos humanos desde 1936 até a transiçom. “Nom houvo um fenómeno de repressom selectivo: é massivo, porque assi foi concebido desde o início”, di.